Publicado em Desenvolvimento infantil, Educação, Emoções, Escola, KidsCoaching

Desafios na sala de aula: por onde começar?

By PiterestQuando o assunto é a escola muitos pais estremecem. Se falamos em avaliação, então nem se fala. Os desafios diários são infindáveis…

Numa luta contra o tempo, pais e filhos medem “esforços” e “forças” para alcançarem o equilíbrio desejável entre as expectativas e as reais necessidades.

Recentemente participei numa reunião na escola da minha filha, a professora partilhou com os pais a sua preocupação com alguns comportamentos da turma. No geral, são crianças que falam muito e em alguns momentos esse “burburinho” interfere na qualidade das aulas. Falar é assim tão anormal? Crianças saudáveis falam, questionam, partilham, expressam-se… ( foi só um aparte!)

Quase no fim da reunião surgiu a pergunta de um pai: professora, o que podemos fazer nós para que alterar esta situação? Que pai corajoso, pensei de imediato. Não só pela pergunta, mas por estar disposto a assumir a corresponsabilidade em fazer alguma coisa para uma melhoria em sala de aula. É com alguma facilidade que se responsabiliza apenas a escola e os professores por questões que envolvem também as crianças. A cooperação escola-família, familia-escola é super importante para todos!

A professora sugeriu que os pais estivessem mais atentos aos recados ( perspetiva punitiva, bastante normal, tendo em conta o regime em que nos inserimos!) e que falassem com os filhos “para alterarem” aquele comportamento. Depois de ouvi-la com atenção e respeito não pude deixar de intervir para dar o meu contributo. Senti-me tão bem, por ter um conhecimento que me permite ver a realidade com outros olhos, sabendo que há sempre solução e por ter a oportunidade de partilhar estratégias eficazes do Kids Coaching®.

Assim sendo, desafiei a professora a abordar o assunto com as crianças, apresentando-lhes a realidade atual da sala de aula e pedir-lhes ideias para alterar a situação. Acrescentei que se todos estiverem alinhados e se sentirem parte do grupo, vão evoluir juntos e provocar a transformação desejada.

Desafios na sala de aula: por onde começar?

♥ Ser exemplo ( querendo ou não somos um espelho que reflete nos alunos);

♥ Estabelecer relação/ conquistar confiança  (base de qualquer relacionamento);

♥ Comunicar assertivamente (Ser verdadeiro, quando se diz algo à criança, que seja sentido);

♥ Não categorizar atitudes / comportamentos;

♥ Ter um espaço/ tempo para falar sobre emoções ( para cada um dizer como se sente, o que precisa e como podem tornar o ambiente na sala de aula mais agradável para todos);

Afinal de contas, a mudança começa em nós!

Adultos conscientes, que nutrem respeito, que aceitam cada um como é, que estimulam a diversidade, que responsabilizam, que ouvem sem segundas intenções e que acolhem as diversas opiniões, concerteza que fazem a diferença na vida dos seus alunos, da escola e consequentemente na sua própria vida.

amordeducacao@gmail.com

⇒ Estamos no facebook e Instagram @amor.d3ducacao

 

Publicado em Educação, Escola, infância

Reinventar a Educação – uma conferência inspiradora!

Escrever sobre um evento desta natureza reflete um compromisso com todos que nos seguem.

Amo este tema, respiro educação, vivo cada palavra que partilho. Procuro incessantemente respostas, formulo questões e sigo esta busca rumo ao lugar onde desejo chegar.

Como mãe, penso naturalmente sobre a educação dos filhos em contexto escolar. Sim, porque os pais têm a responsabilidade de “Educar”, mas sejamos realistas para admitir que os nossos filhos passam mais tempo na escola e lá recebem mais que “matérias”.

Como profissional de educação vejo uma realidade em constante mudança, ao nível das necessidades das crianças, perfil dos profissionais, características das famílias e da sociedade em geral. É nesta perspectiva que faz todo o sentido pensar, ouvir, refletir, falar e escrever… reinventado a Educação!

Participar num encontro onde se aborda um tema central  projetado no futuro foi uma oportunidade única… Reinventar a Educação para gerar os novos líderes, foi uma conferência extraordinária, essencialmente pela qualidade das intervenções de cada orador. Nesta falou-se no papel dos pais, na importância que os professores têm na vida dos alunos e na sua responsabilidade no desenvolvimento das Soft Skills. Mais do que competências académicas são as competências comportamentais que atraem quem faz recrutamento. Mais do que uma licenciatura, no mercado de trabalho são cada vez mais valorizadas competências sociais, como a Eficiência, Saber comunicar, Flexibilidade e adaptabilidade, Colaboração, Criatividade e iniciativa e competências emocionais, sendo as principais, curiosidade, empatia, resiliência e capacidade para ajudar os outros.

Como estamos a formar os futuros profissionais?

Pensar educação é refletir no impato das práticas presentes no futuro. É aqui que reside a grande importância dos professores na formação dos alunos.  Assim sendo, destes é esperado que capacitem, caminhem lado a lado com os alunos, apoiando as suas capacidades e transformando as suas fragilidades em forças.

Estarão os profissionais de educação preparados para esta realidade?

Pois é neste campo, a Dra. Sara Batalha (CEO na MTW) referiu que acredita existir um grande trabalho a desenvolver com professores. Na sua opinião, Os professores precisam de ajuda, para saber comunicar com os alunos e aplicar estratégias de liderança assertiva para além de transferir conhecimento, desenvolverem as soft skills. Foi feito um apontamento ao atual modelo de formação de professores, sendo unânime que esta deverá ser repensada.

Em jeito de conclusão, este encontro clarificou a minha visão de mãe e educadora, em relação ao que se espera no futuro,

IMG_6921
fonte: Pinterest

das crianças que estamos a educar no presente. Espero ter conseguido transmitir um pouco do que absorvi e que esta informação permita uma melhor educação para todos!

♥ amordeducacao@gmail.com ♥

Acompanhe as novidades no facebook e Instagram @amor.d3ducacao